Nebulosa

A ficção científica e a fantasia vistas deste lado da periferia e suas memórias.

Fénix 2 (capa ashcan alterada)

Não foi por falta de avisar a directora deste número e quem a está a auxiliar que tinham de se precaver contra atitudes menos próprias para que  agora não se vissem a braços com tiradas deste tipo:

Aparecendo esta pérola como comentário, no FB da Trëma, a esta entrada do Carlos Silva:

Como costume o Rogério Ribeiro gosta deste tipo de picardias e fá-las sempre de forma encapotada e com a aparente inocência que lhe é característica.
Compreendo que ver os outros produzirem e pior ainda, algo em que não participe, acumulando com a frustração que o consome por ver o seu projecto constantemente adiado, o impele para este tipo de atitudes que nem por isso deixam de ser deploráveis.
Assim aqui fica a capa revisitada e sem estigma.
Uma nota final. Não sabia que a EuroSteamCon no Porto tinha registado a marca e o logo, pelo que ou o fez ou ainda é mais triste e demonstra bem a necessidade de alguns se porem em bicos de pés.
Estou neste momento sem saber se isto é uma atitude individual ou se a vincula todos os membros da organização.
Anúncios

Setembro 26, 2012 - Posted by | EuroSteamCon, Fanzine, Fénix, Porto, Portugal

12 comentários »

  1. Ainda está mais gira assim.

    Comentar por Marcelina Leandro | Setembro 26, 2012 | Responder

  2. Eu é que tenho que pedir desculpas por este incidente. A decisão de incluir referência ao Steam Con foi minha (inocentemente, mas mesmo assim minha) quando fiz a capa.Detestaria que a Fénix e a responsável pela edição da mesma tivessem problemas por minha causa. Se o Rogério me tivesse contactado privadamente ter-lo-ia feito com todo o gosto de imediato e não teria sido preciso trazer esta questão à baila. Não tinha intenção de causar problemas a ninguém.

    Comentar por A C Silva | Setembro 26, 2012 | Responder

  3. Claro que não tinhas. Eu é que conheço melhor que as meninas o meio. Se há coisa que esta gente não perdoa é que se faça alguma coisa. A pasmaceira e o choradinho são o que mais lhes convém. Assim quando dão uma bufa são os maiores, os únicos, os percursores e antes e depois deles é um deserto.

    Comentar por Álvaro de Sousa Holstein | Setembro 26, 2012 | Responder

  4. Álvaro, indico-lhe a resposta que dei à Marcelina no FB para qualquer esclarecimento. Quem veja algo mais no meu comentário que reproduz acima é porque, como dizem os brasileiros, anda à procura de cabelo em casca de ovo. Mas pronto, ao seu veneno já estamos todos habituados (e vacinados).E sim, o meu comentário foi feito a título pessoal, não precisa de tentar arrastar a organização, ou o próprio evento, para as suas teorias de conspiração…Cumps,Rogério

    Comentar por Rogério Ribeiro | Setembro 26, 2012 | Responder

  5. Rogério, já li a sua resposta no FB e mais uma vez é um incompreendido. Deve ser por isso que escreveu «… não vi necessidade de exigir que a referência fosse retirada.» Estranho mesmo é logo de seguida assumir que o «comentário foi feito a título pessoal», e de novo no aqui e no FB dar uma de Calimero ao afirmar: «… arrastar a organização, ou o próprio evento, para as suas teorias de conspiração…» e «Quanto à Pumba, fica também claro para o que é usada…».Este tipo de manobras evasivas é sempre interessante de observar, mas se usadas amiúde, acabam por não funcionar.Fantástico também é a arrogância que demonstra quando escreve(e volto a repetir): «…não vi necessidade de exigir que a referência fosse retirada.», ainda que saiba que o não poderia fazer. Assim o que se passou não foi não ver necessidade, mas não pode e teve oportunidade, o que é bem diferente.Muito me apraz que "leia" qualquer tipo de reacção como ataques. Porque será?Cumps,Álvaro

    Comentar por Álvaro de Sousa Holstein | Setembro 26, 2012 | Responder

  6. Oh Álvaro, eu adoraria continuar a troca de galhardetes, mas realmente tenho alguma dificuldade em viver na sua realidade alternativa… Sábado lá estaremos para lhe proporcionar um bom evento, ah, desculpe, para invejar com evidente frustração o seu projecto… desculpe mais uma vez, o riso impede-me de continuar a escrever…Cumps,Rogério

    Comentar por Rogério Ribeiro | Setembro 27, 2012 | Responder

  7. Rogério, espero que até sábado consiga recuperar, desse ataque de riso, pois pode ter de falar e de modo algum pretendo que esteja incapacitado. Para além de que nunca se sabe se voltará a ser acusado de censura, como na última CI e seria horrível não conseguir responder As melhoras e não se perca na viagem para o Norte.Cumps,Álvaro

    Comentar por Álvaro de Sousa Holstein | Setembro 27, 2012 | Responder

  8. Oh, assim não me deixa parar de rir! Fossem todos os actos de censura neste país recusar a publicação de um conto inacabado e cujo nível de qualidade e consistência não faziam juz ao que de bom o autor faz. Talvez se mais responsáveis por publicações perpetrassem tais actos de censura não se veriam por aí tão más coisas…Cumps,Rogério

    Comentar por Rogério Ribeiro | Setembro 27, 2012 | Responder

  9. Caro Rogério,De forma alguma lhe pretendo impor ou impedir seja o que for. Não tenho o hábito de exigir e muito menos quando sei que tal seria impossível, mas é óbvio que também nisto somos muito diferentes.Fiquei sensibilizado ao saber que o conto do referido autor estava inacabado e que a sua decisão se prendeu com a defesa do bom nome do mesmo. Pena que ele não tenha entendido da mesma forma esta sua magnífica atitude. A ingratidão é terrível, mas com isso convive bem, assim como a sua coerência e soberba postura a "engolir sapos", a não ser que estejamos perante grandes problemas de memória.Tenho de concordar consigo que a qualidade do muito que se publica é infelizmente fraca. Apesar disso antes uma má escolha que um acto censório. E voltando a falar de qualidade, permita-me acolher-me ao seu “riródromo”, gargalhando para evitar que uma alforreca me apareça no quintal.Cumps,Álvaro

    Comentar por Álvaro de Sousa Holstein | Setembro 27, 2012 | Responder

  10. "Conversar" consigo tem sempre este condão de o ver atirar lama em todas as direcções… aparentemente sem perceber que é o único que vai ficando enlameado!Bom, deixo-o então ao seu divertimento…Cumps,Rogério

    Comentar por Rogério Ribeiro | Setembro 27, 2012 | Responder

  11. Acha mesmo? Eu sei que não. Mas frases destas ficam bem e mostram garra, mas ficam por aí. Certo, é também que não praticamos o mesmo tipo de atitude.Por falar em lama, é melhor trazer as galochas que ao que parece vai chover e a rotunda da Boavista fica sempre com muita terra molhada e não o queremos mais ou menos enlameado.Continuação de uma boa tarde.Cumprimentos,Álvaro

    Comentar por Álvaro de Sousa Holstein | Setembro 27, 2012 | Responder

  12. Como disse, deixo-o ao seu divertimento…Cumps,Rogério

    Comentar por Rogério Ribeiro | Setembro 27, 2012 | Responder


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: