Nebulosa

A ficção científica e a fantasia vistas deste lado da periferia e suas memórias.

Recordar o primeiro concurso internacional em língua portuguesa – o Prémio Caminho (1982-1999)

No longínquo ano de 1982 foi atribuído a João Aniceto o prémio Caminho. Depois de um longo interregno de 5 anos, outros seis foram atribuídos em 1987, 1989, 1991, 1993, 1997 e 1999.

Como a ideia era estimular a produção, as obras concorrentes tinham de ser em língua portuguesa e inéditas e o prémio tinha o valor pecuniário de 500.000$00 (2.500 €, isto para o ano de 1999), o que implicava que o autor premiado considerava pagos os direitos de autor da primeira edição, com uma tiragem máxima de 3000 exemplares, sendo que os direitos das edições seguintes pertenciam integralmente ao autor, concedendo este à editora o direito de opção em igualdade de circunstâncias. O prémio só podia premiar uma obra e previa que outras pudessem ser recomendadas para publicação, o que veio a acontecer.

Segue a lista das obras premiadas e recomendadas:

 

Recomendado pelo Júri

 
 

Recomendado pelo Júri

Eu, Clone precedido de Estilhaços do Futuro, João Seixas

 

Recomendado pelo Júri

 A Diferença da Máquina, Daniel Malagum

Anúncios

Janeiro 10, 2014 Posted by | ciencia ficción, fantascienza, Fantasia, fantasy, ficção científica, Paraliteratura, Portugal, Prémio Caminho, Prémios, Science Fiction | 2 comentários